O McDonalds deve, em breve, passar a permitir que os clientes façam pedidos e paguem usando os celulares. O objetivo é reduzir o tempo de espera dos clientes e melhorar a precisão dos pedidos, evitando as chances de erros com os lanches e com trocos.

Um aplicativo também pode ajudar a reduzir custos de trabalho com funcionários que fazem os pedidos. "Isso seria útil num momento em que as pressões salariais se tornam um fardo para as empresas e daria ao McDonalds uma oportunidade de estimular os gastos com promoções e ofertas", afirma Seil Saunders, CEO da empresa de consultoria de varejo Conlumino.
Com a novidade, pode ser possível que o cliente faça o pedido de casa, que será ativado para os funcionários do restaurante através de geolocalização quando o usuário se aproximar do restaurante.

De acordo com o site BusinessInsider, a partir do ano que vem a rede de fast food vai começar a testar a novidade nos Estados Unidos, Austrália, Canadá, França e Reino Unido.
A ideia é que por volta de 2018, a tecnologia esteja disponível em até 25 mil restaurantes do mundo todo.

Compartilhe o artigo

FacebookTwitterReddit
Pin It